NA REDE
FACEBOOK INFORMATWITTER INFORMALINKEDIN INFORMABLOGGER INFORMAORKUT INFORMA


A História da Fundação de São Roque

A história de São Roque começa em meados do século XVII, quando o abastado paulista Cap. Pedro Vaz de Barros chega com seus familiares, toma posse de imensa sesmaria de terras, banhadas pelos ribeirões Carambeí e Aracaí, erigindo nêsse local sua casa de residência, assobradada e de taipas e, ao lado, a capela sob a invocação de São Roque.

Foi êsse o marco inicial da fazenda de cultura que, crescendo vagarosamente com o tempo, haveria de se transformar em Capela, depois Freguesia, mais tarde Vila e finalmente, na Cidade de São Roque.
Pedro Vaz, o fundador - Era filho do capitão mór do mesmo nome, português, pessoa de qualificada nobreza lusitana, que viera ao Brasil a serviço da Corôa; foi depois provido no cargo de Capitão-mór geral da Capitania de S. Vicente, governando-a em 1606. Casado com D. Luzia Leme, houve dêsse consórcio 8 filhos, sendo 7 varões ,que deixaram nome ' fatos do bandeirismo paulista - Valentim, Antônio, Luís, Jeronimo, Sebastião Pedroso de Barros, 'Fernão Paes de Barros, Pedro Vaz de Barros (o fundador) e, uma única filha Lucrécia.
Do fundador de S. Roque sabe-se que em sua mocidade capitaneou algumas expedições de desbravamento, tendo também 'integrado a Bandeira de Sebastião Preto que em. 1623 atacou as reduções dos jesuítas espanhóis, no Guairá -(v. Ellis Junior - "Meio Século de Bandeirismo", 1948, pg. 115). Sua mãe, D. Luzia Leme era tia do ilustre sertanista Fernão Dias Pais, o Governador das Esmeraldas. ' A fundação de São Roque ocorreu na segunda metade do século XVII. Pedro Vaz de Barros era então um dos paulistas mais opulentos, e daí lhe adveio o cognome de "Guaçú", isto é - o Grande.
Parente e muito amigo de outro abastado paulista, o capitãomór de Parnaíba, Guilherme Pompeu de Almeida ( pai do fabuloso padre do mesmo nome), eram ambos vistos frequentemente em caçadas por esta região, nessa' época sertão bruto, habitado por índios guaianazes. Numa dessas excursões venatórias chegaram êles, a cavalo, ao alto da serra do Ibaté, de onde descortinaram a belíssima paisagem do vale do Carambeí.
Pedro Vaz-Guaçú sentiu-se deslumbrado. Êle que há muito havia dei iberado estabelecer-se com fazenda de cultura, agradou-se das terras que acabava de ver, deu os primeiros passos para obtê-Ias e em breve entrava 'na posse do vasto domínio.
Escolheu para séde o local nas proximidades da confluência dos ribeirões Carambeí e Aracaí, o mesmo em que hoje se acha o Largo da Matriz, e ali erigiu a residência e a capelinha. Entre as duas edificações fez construir um passadiço de madeira, que lhe permitia assistir mais comodamente às cerimônias religiosas. Em tôrno do sobrado em que residia, e da capelinha, foram surgindo as casas, alinhadas no am-
pio quadrado, obedecendo o mesmo traçado do atual Largo da Matriz.
Não se conhece a data certa da fundação por não haver sido' encontrada a carta de sesmaria concedendo as terras a Pedro Vaz e possivelmente porque, tendo o núcleo se iniciado como simples fazenda de cultura, não despertasse o fato, maior interesse na época. O testamento de Vaz-Guaçú não menciona a data da fundação e o mais autorizado cronologista dos tempos coloniais - Pedro Taques de Almeida
Paes Leme (1714-1777) - por sinal, sobrinho-neto do fundador, embora descrevendo minuciosamente a opulência e a grandiosidade da fazenda, na qual trabalhavam 1.200 índios, apenas informa que a fundação ocorreu na "segunda metade do século XVII".
Assim se referiu êle, em sua obra fundamental, à imensa propriedade agrícola, célula mater da futura c idade:
'Pedro Vaz de Barros, fundador e padroeiro da Capela de São Roque, na vila de Parnaíba, teve em sua casa e fazenda uma população tal, que bem podia ser vila; teve grande tratamento correspondente aos grossos cabedais que possuía, entre os quais se contava uma copa de prata lavrada, de muitas arrobas, ?Sua casa era diariamente frequentada do concurso de hóspedes, parentes e amigos e todos eram agasalhados com a fidalguia da mesa em que, com muita profusão, havia pão e vinho da própria lavoura e as iguarias -'- vitelas, porcos, caça e aves. Foi cognominado "Guaçú", que na linguagem brasileira significa -----:- o Grande.
Sua fama era tal, que seu' nome era respéitado em todo oBrasil com veneração. Certa feita, em 1669, o governador da Bahia, Souza Freire, escreveu a Pedro Vaz pedindo-Ihe para ir até lá com seus homens, em socorro da população da Recôncavo, que estava senda sitiado e foi atacado par índios ferozes. e prometendo-Ihe as honrarias com que seriam regiamente premiados os seus inestimáveis i7'iças". (P. TAQUES -:- "Nabiliarquia Paulistana")
ANO PROVÁVEL DA FUNDACAO - O III . CENTENÁRIO EM 1957
Embora alguns escritores, entre os quais Paula Leite de Barros ("Natas Genealógicas da Fanmília Paula Leite") afirmem que Vaz-Guaçú atendeu ao. apêlo de Souza Freire e seguiu para a Bahia, capitaneando.uma expedição., da qual regressou após vitoriasa campanha, a verdade é que a grande patentada não saíu de seus domínios. A maiar autoridade no assunto, ocansagrado historiadar Dr. AFONSO de E. TAUNAY desfaz a lenda, assim se referindo. ao. episódio.: "Entretanto., recusou Vaz-Guaçú todas as vantagens e honrarias, as quais bem sabia quanto lhe seriam de penosa aquisição.. Alegou provavelmente a idade. Não queria deixar os cômodos de seu grande e belo feudo, e a vida apulenta. Em seu lugar seguiu Barão Parente". ("História' Geral das Bandeiras Paulistas")
Sabe-se que em 1 670, quando. recebeu e haspedou oportadar da mensagem de Souza Freire, estava Pedro Vaz pela casa das 70 anos. Naquele ano, a sua propriedade, em que trabalhavam 1.200 índios, era já o"grande e belo feudo" dotado de todo o conforto campatível com a época, pelo que pademos concluir que a fundação do núcleo, houvesse acorrido uns 15 anos antes, isto é, por volta de 1655.
Êstes fatos justificaram a tentativa, que houve, entre nós, de se comemorar, em 1955, embora simbolicamente, o III Centenária da Fundacãa da Cidade tendo o prof. Ruy Ribeiro Lopes cogitado o assunto peIa imprensa local, no que contou com o apoia da autal' destas linhas. Mas naquele mesmo ano fui pracurado pela vereador Dr. Helio. Roque Villaça, o qual expôs os vários motivos que impediam a Câmara de realizar, ou mesmo patrocinar os festejos comemarativos. Após os entendimentos que tivemos, ficou então. redigido e foi apresentada pelo referido edil, um ante-projeto de lei que dizia mais ou menos a seguinte:
"O Prefeito. Municipal etc. Cansiderando que não.se conhece a data certa da fundação de São Roque, sabendo-se apenas que foi na segunda metade da século XVII; considerando que pesquisas feitas par estudiosos do assunto apontam como mais provável a ano. de 1655, pela que oIII Centenário poderia ser camemarado agora, ainda que de forma simbólica; considerando, entretanto., que a Prefeitura se acha no momento sem tempo hábil e sem meios para uma camemoraçãa condigna, à altura da acontecimento, DECRETA: fica adotada a data de 16 de agosto de 1657, como tendo sido a data da fundação, a fim de que seja oficialmente camemarado em 1957 a III Centenária da Fundação. de São. Roque." A propositura foi unânimemente aprovada e transformada em lei pela então Prefeito, sr. Horacio Manley Lane.
O nome de São Roque.
Narradores da cronologia local - Antes de entrarmos na questão. interessante do nome da localidade, convém assinalar que apenas quatro autores sanroquenses, todos já falecidos, registraram em seus escritos, as lendas e tradições de nossa terra. Forom êles, pela ordem cronológica, os srs. Antonio Joaquim dos Santos, que par volta de 1860 elabarau curiasa manuscrita, a que deu a título.
de "Fragmentas históricas e tradicianais de S. Roque"; a Dr. Argemiro Silveira, advagada, que em 1890 editau a falheta "Breve natícia histórica sôbre a fundação. de S. Raque". Depois fai o prof. Tibério Justo da Silva, que, em 1909, estampou alguns artigos na imprensa lacal subardinados à epígrafe - "Tradições e reminiscências de S. Raque". Finalmente, aparecem na semanário. da terra, "O Demacrata", durante as anos de 1936 a 1938 a longa série de rodapés, assinados par meu Pai, 01 prof. Jaaquim da Silveira Santas, intitulada - "São. Roque de Outrara".
Para escrevê-Ia serviu-se êle não. só de seu vasta canhecimenta pessaal e das infarmações calhidas nas fantes mais autorizadas, cama ainda se entregau ao. trabalha cansativa de buscas e pesquisas através de cartórios, bibliotécas, arquivos, Iivros de atas da Câmara e dacumentaçãoexistente na Arquiva da Estada, na' Cúria Metrapalitana e Instituto. Histórica de S. Paulo., tarefa na qual tive a satisfação. de auxiliá-Ia cama pude.
Posteriarmente,' após cuidadosa revisão. de seu autor, saiu a referida série publicada na íntegra, na Revista do I nstituto Histórico e Geagráfico de S. Paulo. (valume XXXVI, ano. de 1939) acupanda a manografia cêrca de 250 páginas da Revista. Fai, pais, a trabalha mais campleta que apareceu sôbre São. Raque, servindo. ainda de base para diversas estudos sÔbre histariagrafia paulista, tal a preciasa fante de infarmações que ali se acham enfeixadas.
Entretanto., diante da elevada valor das trabalhas reunidas naquele número. da Revista, em pauca tempo. se achava a sua edição. campletamente esgatada, pela que se tarnau a "São. Raque de Outrara" abra raríssima. Pretendia meu Pai ampliá-Ia pasteriarmente, numa nava edição., em face da enarme repercussão. que a trabalha alcançau e iria então. acrescentar-lhe autros dadas caligidas pasteriarmente, trazendo. a narrativa para até as princípias dêste século. e não. apenas até à praclamaçãa da República, cama fizera. Infelizmente veia êle a falecer em setembro. de 1947, sem que chegasse a reeditar sua abra, tarefa imprescindível, que as meus irmãas e eu havemas de levar avante.
Entrementes, o autor destas I inhas teve a ocasião.
de reencetar inúmeras novas pesquisas, diriginda-as sobretudo para campo. da evolução. econômica da cidade.

Mas sôbre cujas peculiaridades SILVEIRA SANTOS não se deteve, nem poderia deter-se, dada a natureza de sua monografia. As diversas pesquisas que para isso. realizei foram, apedido. da sr. Heitor Boccato, diretor do semanário sanroquense "O Demotrata", publicadas nessa folha, durante o ano de 1954, através de uma série de 70 rodapés. Para melhor apanhar as diferentes fases da evolução econômica de São Roque, foi necessário empreender longa viagem subjetiva, que se inicia Com a formação do núcleo de Pedro Vaz de Barros, e vem até os dias atuais.
E está claro que para essa viagem de três séculos eu não poderia encontrar melhor, nem mais seguro roteiro do que o "São Roque de Outrora". É pois um resumo daqueles 70 rodapés o que aqui se vai lêr, graças à gentileza de "Atlas dos Municípios Ltda." que, sob o patrocínio de "Edições Vero" tomou a si o encargo, sob todos os pontos de vista, louvável, de publicar o presente Documentário sôbre São Roque, como parte das comemorações festivas do III Centenário da Cidade. Voltemos, portanto, a Pedro Vaz-Guaçú, e à época em que êle fincou, em terra paulista, os marcos fundamentais de seu grandioso feudo.
Por que o nome de São Roque? Por que teria o fabuloso potentado escolhido o nome de São Roque, mártir de Montpellier, para Padroeiro de sua capela?
O prof. TIBERIO DA SILVA, num dos primeiros artigos de sua série (1909) alude a uma versão que ouvira de antigos moradores, segundo a qual Pedro Vaz encontrara aqui pequena imagem do santo, e no mesmo local erigira a capela de São Roque. Trata-se de versão, porém, inteiramente fantasiosa e descabida:
Basta considerar que sendo a região mata cerrada, desconhecida de civilizados, como teria penetrado a imagem até ali? Por outro lado, bem sabemos quanto é fértil a imaginação popular nêsse terreno, tanto assim que no Norte, na Bahia, em Minas, no litoral paulista e no sul do País correm ainda hoje e vigem inúmeras lendas acêrca de imagens de santos descobertas nas águas dos rios, ou trazidas às praias pelo mar.
SILVEIRA SANTOS opinava que "a escôlha de São Roque para orago prendia-se, com certeza, à circunstância de achar-se o dia 16 de agosto ligado a algum fato notável para Pedro Vaz: a data em que obteve a sesmaria, a em que dela tomou posse, ou o dia em que aqui chegou, conforme o uso corrente entre os colonizadores". Hoje, no entanto, outra hipótese que também me ocorre como provável: em geral, os bandeirantes, como os primitivos navegadores lusitanos, tinham sempre um santo de sua particular devoção, espécie de protetor, ao qual atribuiam o êxito conseguido em suas arrojadas façanhas. Tudo leva crer que êsse fôsse o caso de São Roque, com relação a Vaz-Guaçú. Aliás, o modo venerante como em seu testamento alude ao Padroeiro, parece não deixar dúvidas a respeito.
Vulto proeminente do século XVII tomou também Pedro Vaz de Barros, juntamente com outros piratininganos de prol, parte ativa no célebre episódio da expulsão dos jesuitas, apondo sua assinatura ao célebre manifesto, datado de julho de 1640.
"Grande potentado em arcos" como dele escreveu PEDRO TAQUES, bem se pode avaliar a sua imensa fortuna não somente pela copa de prata lavrada que possuia, mas sobretudo através dos seus 1.200 índios, o que representava fortuna fabulosa para a época.
Basta considerar, para têrmo de comparação, que em meados do século XVII o valor médio de uma boa casa de residência na Vila de S. Paulo variava entre 4 a 8 mil réis.

P. Silveira Santos - "História de S. Roque"
ENVIE CONTEÚDO

PROCURE NA LISTA:

ACADEMIAS DE GINÁSTICA

ACADEMIAS DE NATAÇÃO

ACAMPAMENTOS

ACESSÓRIOS CHURRASCO

ADVOGADOS

AGÊNCIA DE VIAGENS

ÁGUA MINERAL/POTÁVEL

ALAMBRADOS

ALARMES

ALINHAMENTO/BALANCEAMENTO

ALUGUEL DE MESAS

ALUGUEL DE VESTIDOS DE NOIVAS

ALUGUEL DE TRAJES

AMBULÂNCIA

AMORTECEDORES

ANTENAS PARABÓLICAS

APIÁRIOS

AQUARISMO

ARMARINHOS

ARMÁRIOS EMBUTIDOS

ARMAS E MUNIÇÕES

ARQUITETURA

ARTEFATOS DE CIMENTO

ARTEFATOS DE LÁTEX

ARTEFATOS DE METAIS

ARTESANATO

ARTIGOS DE CAMA, MESA E BANHO

ARTIGOS DE 1,99

ARTIGOS ESPORTIVOS

ARTIGOS IMPORTADOS

ARTSIGOS P/ CAÇA E PESCA

ARTSIGOS P/ CÃES E GATOS

ARTIGOS PARA FESTAS

ARTIGOS RELIGIOSOS

ASSESSORIA FINANCEIRA

ASSISTÊNCIA MÉDICA

ASSISTÊNCIA ODONTOLOGICA

ASSISTÊNCIA TÉCNICA

AULAS DE LÍNGUAS

AULAS DE MATEMÁTICA

AULAS DE PINTURA

AUTO-ELÉTRICAS

AUTO-ESCOLAS

AUTO-PEÇAS

AUTO-SOCORRO

AVIAMENTOS

AVICULTURAS

BALANÇAS

BALÕES

BANCA DE JORNAIS

BANCOS

BANHO E TOSA

BANNERS

BARBEIROS

BARCOS ESPORTIVOS

BARES E LANCHONETES

BATERIAS AUTOMOTIVAS

BAZARES

BEBIDAS

BICICLETARIAS

BIJOUTERIAS

BLOCOS DE CONCRETO

BOLAS

BOLSAS

BOLSAS

BOMBONIERES E DOCERIAS

BORRACHARIAS

BOX PARA BANHEIROS

BRECHÓS

BRINDES

BRINQUEDOS

BUFFETS

CABELEIREIROS

CABELEIREIROS MASCULINO

CAFÉS

CALÇADOS

HOSPITAL

CALHAS

CAMPINGS

CANIL

CANTINA

CARBURADORES

CARICATURAS

CARIMBOS

CARPINTARIAS

CARTÓRIOS

CARIMBOS/COPIADORAS

CARVÃO E CARVOARIA

CASA DE CHÁ

CASA DE CARNES

CELULAR

CENTROEMPRESARIAL

CENTROS COMERCIAIS

CHAVEIROS

CHOCOLATES

CESTAS DE CAFÉ DA MANHÃ

CINEMAS

CLÍNICAS DE PSICOLOGIA

CLÍNICAS ESPECIALIZADAS

CLÍNICAS

CLÍNICA ODONTOLÓGICA

CLÍNICAS VETERINÁRIAS

CLUBES

COLÉGIOS

COMIDA JAPONESA

COMIDA POR QUILO

COMPUTADORES

COMUNICAÇÃO

CONCESSIONÁRIA

CONFECÇÕES

CONSERTOS EM GERAL

CESTAS CAFÉ MANHÃ

CONSERVATÓRIOS

CONSÓRCIOS

CONSTRUÇÃO

CONSTRUTORAS

CONSULTORIA EMPRESARIAL

CONTABILIDADE

CORRETORAS DE SEGURO

COSMÉTICOS

CURSOS EM GERAL

DECORAÇÕES

DESENTUPIDORAS

DEMOLIÇÃO DE OBRAS

DENTISTAS

DEPILAÇÃO

DESCARTÁVEIS

DESENHISTAS

DESIGN GRÁFICO

DESMANCHES

DESPACHANTES

ECOTURISMO

ELETROENCEFALOGRAFIA

ELETRICISTAS

ELETROCARDIOGRAFIA

ELETRODOMÉSTICOS

ELETRÔNICAS

EMBALAGENS

ENCADERNADORAS

ENCANADORES

ENGENHARIAS

ENGENHEIROS

ENROLAMENTO DE MOTORES

ENTULHOS

EQUIPAMENTOS AGRÍCOLAS

EQUIPAMENTOS PARA BARES

EQUIPAMENTOS PARA MÁQUINAS ALIMENTICIAS

ESCAPAMENTOS AUTOMÓVEIS

ESCOLA DE CABELEIREIROS

ESCOLA DE ENFERMAGEM

ESCOLA DE EQUITAÇÃO

ESCOLA DE FUTEBOL

ESCOLA ESPECIAL

ESCOLAS

ESCOLA DE CORTE COSTURA

ESCOLA DE IDIOMAS

ESCOLAS TÉCNICAS

ESCRITÓRIO DE ADVOCACIA

ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE

ESPETINHOS

ESPUMAS

ESQUADRIAS

ESTÁBULO

ESTACIONAMENTOS

ESTÉTICA

ESTRUTURAS METÁLICAS

EVENTOS

EXAME PSICOTÉCNICO

EXAMES LABORATORIAIS

EXCURSÕES

EXTRAÇÃO DE AREIA

FÁBRICA DE ÓCULOS

FACULDADES

FAIXAS

FARMÁCIAS

ELETRÔNICAS

FERRAGENS

FERRAMENTAS

FERRAMENTAS ELÉTRICAS

FERRARIAS

FERRO VELHO

FESTAS

FILMAGENS

FILTROS

FISIOTERAPEUTAS

FLORES ARTIFICIAIS

FLORICULTURAS

FONOAUDIÓLOGOS

FÓRUM

FOTOS

FRANGO ASSADO

FREIOS

FRIGORÍFICOS

FRUTOS DO MAR

FUNDIÇÃO DE AÇO

FUNILARIA E PINTURA

GALPÕES

GÁS

GÁS INDUSTRIAL

GELO

GIZ ANTI-ALÉRGICO

GRÁFICAS

GRAMA

GRAVAÇÃO EM METAL

GRAVAÇÃO EM VÍDEO

GUARDA-CHUVAS

GUINCHO AUTO-SOCORRO

HIDROGINÁSTICA

HIDROJATEAMENTO

HOMEOPATIA

HOSPITAL

HOTÉIS

ILUMINAÇÃO

IMOBILIÁRIAS

INCORPORADORAS

INDÚSTRIA DE MÁQUINAS

INDÚSTRIA ELETRONICA

INDÚSTRIAS

INDÚSTRIAS ALIMENTÍCIAS

INDÚSTRIAS TÊXTEIS

INFORMÁTICA

INFORMÁTICA ESCOLAS

INJEÇÃO ELETRÔNICA

INSEMINAÇÃO ARTIFIC IAL

INSPEÇÃO DE CALDEIRAS

INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

INSTALAÇÕES HIDRÁULICAS

INSTALAÇÕES INDUSTRIAIS E RESIDENCIAIS

INSTRUMENTOS MUSICAIS

JARDINAGEM

JOGOS ELETRÔNICOS

JÓIAS

JORNAIS

KUMON

KUNG-FÚ

LABORATÓRIOS

LAB. ANÁLISES CLÍNICAS

LAJES

LANCHONETES

LATARIAS P/AUTOS

LATICÍNIOS

LAVA-RÁPIDOS

LAVAGEM E LUBRIFICAÇÃO

LAVANDERIAS

LAZER

LEITE

LETREIROS / LETRISTAS

LIGAS DE ALUMÍNIO

LIGUE-GÁS

LIGUE-PIZZAS

LIMPA FOSSAS

LIMPEZA CAIXAS D´AGUA

LIMPEZA SOFÁS

LINGERIE

LIVRARIAS

LIVRARIAS EVANGÉLICAS

LOCAÇÃO CAMPO FUTEBOL

LOCAÇÃO EQUIPAMENTOS

LOCAÇÃO MÃO DE OBRA

LOCAÇÃO MÁQ. DE CAFÉ

LOCAÇÃO DE ÔNIBUS

LOCAÇÃO PRODUTOS ORTOPÉDICOS

LOCAÇÃO DE SOM

LOCADORAS DE VIDEO

LOCADORAS VIDEO GAME

LOJAS

LOJAS DE FÁBRICA

LOTÉRICAS

LUMINÁRIAS

LUMINOSOS

LUSTRES

LUVAS

MADEIRAS/MADEIREIRAS

MAGAZINES

MALAS P/ VIAGEM

MALHARIAS

MANICURE E PEDICURE

MÁQUINAS AGRÍCOLAS

MÁQUINAS ELÉTRICAS

MÁQUINAS DE COSTURA

MÁQUINAS DE ESCREVER

MARMITEX

MARMORARIA

MARCENARIA/MARCENEIRO

MÁRMORES E GRANITOS

MASSAGEM ESTÉTICA

MASSAS CASEIRAS

MASSAS PARA MODELAR

MAT. PRIMA PERFUMES

MAT. PRIMA BEBIDAS

MATERIAIS DE SEGURANÇA

MATERIAIS ELÉTRICOS

MATERIAIS HIDRÁULICOS

MATERIAIS ARTESANATO

MATERIAIS CONSTRUÇÃO

MEDICAMENTOS

MEDICAMENTOS HOMEOPATICOS

MEDIC. HOMEOPÁTICOS

MÉDICOS P/ESPECIALIZAÇÃO

MEL

MERCADOS

MERCEARIAS

METALÚRGICA

MICRO-MOTORES

MINERADORA

MOLDAGEM PLÁSTICA

MOLDURAS

MONITORAMENTO ALARME

MONTAGEM ELETRÔNICA

MOTO PEÇAS

MOTO SERVICE

MOTORES DE POPA

MOTORES ELÉTRICOS

MOTO SERRAS

MOURÕES

MÓVEIS

MÓVEIS PARA ESCRITÓRIO

MÓVEIS PARA PISCINA

MUDAS

NATAÇ

OBRAS

OFF-SET

OFICINA DE MOTORES ELÉTRICOSOFICINA DE TORNOS

OFICINA DE MOTOS

OFICINAS MECÂNICAS

ÔNIBUS

ORTOPEDIA

ÓTICAS

OUT-DOOR

PADARIAS E CONFEITARIAS

PAISAGISMO

PAPELARIA

PARAFUSOS

PÁSSAROS ORNAMENTAIS

PASTELARIAS

PAVIFLEX

PAVIMENTAÇÃO EM GERAL

PEÇAS PARA MOTOS

PEÇAS P/ CAMINHÕES

PEÇAS ELETRODOMÉSTICOS

PEDRAS DECORATIVAS

PEDREIROS

PEIXES E PEIXARIAS

PEIXES ORNAMENTAIS

PERFUMARIAS

PESQUEIRO

PINTORES

PISCINAS

PISOS

PIZZARIAS

PLANOS ODONTOLÓGICOS

PLANOS DE SAÚDE

PLANTAS

PNEUS

PONTOS DE TÁXI

PORTAS ESPECIAIS

POSTOS DE GASOLINA

POUSADAS

PRÉ-ESCOLAS

PRESERVATIVOS

PRODUTOS HORTIFRUTIGRANJEIROS

PRODUTOS NATURAIS

PRODUTOS QUÍMICOS

PRODUTOS VETERINÁRIOS

PROTÉTICOS

PSICÓLOGOS

PSICOPEDAGOGAS

PSICOTERAPIA

PUBLICIDADE/PROPAGANDA

QUITANDAS

RAÇÕES

RÁDIOS

RADIOLOGIA (RAIO-X)

RECURSOS HUMANOS

REFEIÇÕES INDUSTRIAIS

REFORMA DE ESTOFADOS

REFRIGERAÇÃO

REGULAGEM DE MOTOR

RELÓGIOS DE PONTO

RELOJOARIAS

REPRESENTAÇÃO CML.

RESÍDUOS INDUSTRIAIS

RESTAURANTES

RETENTORES

REVELAÇÃO DE FOTOS

REVISTAS

ROÇADEIRAS

ROTISSERIE

ROUPAS

ROUPAS COUNTRY

ROUPAS FEMININAS

ROUPAS GRANDES

ROUPAS INFANTIS

ROUPAS INFANTO-JUVENIL

ROUPAS ÍNTIMAS

ROUPAS MASCULINAS

ROUPAS PARA BEBÊS

ROUPAS PARA GESTANTES

RPG E FISIOTERAPIA NEUROLÓGICA

SACOLÃO

SACOS PARA LIXO

SALÃO DE FESTAS

SEGURANÇA

SEGUROS DE SAÚDE

SELARIAS

SEMENTES

SERRALHERIA

SERRARIAS

SERVIÇO BRASTEMP

SERV. COSTURA PLÁSTICO

SERV. EXPEDIENTE EM S.P.

SERVIÇO DE LIMPEZA

SERVIÇO DE PORTARIA

SERVIÇO DE TORNO REVOLVER

SERVIÇO FUNERÁRIO

SHOPPINGS

SHOWS

SILK-SCREEN

SINDICATOS

SISTEMA DE BEBIDAS QUENTES

SISTEMAS DE SEGURANÇA

SKATES

SKY MOUNTAIN PARK

SOBREMESAS INDUSTRIAIS

SOM—SERVIÇOS

SOM VOLANTE

SONORIZAÇÃO

SORVETERIAS

SUPERMERCADOS

SUPLETIVO

TAPEÇARIAS

TAPEÇARIA PARA AUTOS

TATUAGENS

TÁXIS

TECIDOS

TELAS

TELECOMUNICAÇÕES

TELEFONES

TELEFONIA

TELEMENSAGENS

TELHAS

TÊNIS

TÊNIS—CONSERTOS

TERAPIA OCUPACIONAL

TERRAPLENAGEM

TINGIMENTO DE ROUPAS

TINTAS

TINTURARIAS

TOLDOS

TOPOGRAFIA

TOPÓGRAFO

TORNEIRO MECÂNICO

TOSA E BANHO DE CÃES

TRAJES

TRANSFER EM CAMISETAS

TRANSPORTES

TRANSPORTE DE ÁGUA

TRANSPORTE ESCOLAR

TRANSPORTE PESADO

TRATAMENTO CAPILAR

TROCA DE ÓLEO

TURISMO

ULTRA SONOGRAFIA

UNIFORMES ESCOLARES

UTENSÍLIOS PLÁSTICOS

UTILIDADES DOMÉSTICAS

VAREJÃO DE FRUTAS

VASOS E XAXINS

VEÍCULOS

VERNIZ

VESTIDOS DE NOIVAS

VETERINÁRIOS

VIDEO PRODUTORAS

VIDRAÇARIAS

VIDROS ELÉTRICOS

VIDROS TEMPERADOS

VINHOS

VITRAUX

WIKIPÉDIA

XEROX

 

...................PROCURE POR: . .................................................................